Blog

  • 25
  • OUT
  • 2017

Terra, Planeta Água

Produzidos por alunos do sexto anos, os textos de divulgação científica, abaixo, abordam um importante elemento: a água. Tanto na higiene pessoal, quanto na preservação.

 

LANNA DOS ANJOS COSTA - 6 A

Mãos à água!

Elas mexem em muitas coisas e levam bactérias ruins para a boca, olhos e outros, fazendo mal. Por isso, devemos lavar as mãos sempre que possível. Se deixarmos suor, sebo, sujeira e outras coisas se acumularem, as bactérias boas se multiplicarão e irão ferir a nossa pele. Devemos tomar banho, mas não muitos, para que as bactérias boas não morram!

Desperdício de água

Você sabia que o desperdício de água residencial pode ser maior do que o derivado de atividades econômicas? Isso mesmo! Banhos demorados, a torneira aberta enquanto escova os dentes, lavar o carro e calçada por muito tempo, levam a um grande desperdício de água. Canos que vazam, resultado de muitas atividades econômicas, também gastam muita água. Além disso, nosso país é responsável por gastar uma alta porcentagem da água gasta mundialmente. Apenas no Norte e Nordeste é gasto 50% da água. Enquanto isso, na Alemanha, Japão e Estados Unidos são gastos 9%. Apenas em São Paulo, 3,6 bilhões de litros de água são gastos.

Mas não se preocupe! É fácil resolver, se não demorarmos no banho, não deixarmos a torneira pingando e se não lavarmos o carro e a calçada com mangueira, podemos evitar a falta de água, fome e sede, problemas no tratamento de esgoto, doenças e a morte. E se vir um cano vazando, comunique a Sanepar!

 

AUGUSTO C. LACERDA - 6B - abaixo, primeira foto.

Desperdício de água

O desperdício de água ocorre tanto nas residências (banhos demorados, escovar os dentes com a torneira aberta) como nas atividades econômicas (vazamento nas tubulações). Na Alemanha, Japão e Estados Unidos, 9% da água é desperdiçada em sistemas públicos. Diferente desses países, o Brasil desperdiça 38,8% da água tratada. No Norte e Nordeste, o índice ultrapassa 50%. São Paulo e sua região desperdiçam 3,6 bilhões de litros de água. Como consequência, podem ocorrer secas, falta de água, desidratação, etc. Mas existem soluções, como: tomar banhos rápidos, lavar carro/calçada com baldes, etc.


ENZO NATAN - 6B - abaixo, segunda foto.

Mãos à água

As mãos estão sempre encostando em lugares sujos, fazendo elas ficarem com bactérias que fazem mal à saúde. No nosso corpo, também existem bactérias que fazem bem à saúde; elas nos protegem das bactérias ruins. Lavar as mãos e tomar banho é um ótimo jeito de cuidar dessas bactérias, porém, se você ficar
muito tempo no banho, as suas boas bactérias podem morrer. Então, entenda: é bom tomar banho todos os dias, mas não exagere.

PEDRO HENRIQUE DALAZOANA DOS PASSOS - 6 A
Mãos à água!

As mãos, quando entram em contato com qualquer coisa, podem levar bactérias que fazem mal. Por isso, elas devem ser lavadas todas as vezes antes de refeições. Se não tomarmos banho, a sujeira vai se acumular na pele, o que pode causar doenças e excesso de bactérias que fazem o bem. Isso pode fazer mal. Quando tomamos banho, removemos os resíduos naturais acumulados e fica equilibrado as bactérias comensais em nosso corpo.Produzidos por alunos do sexto anos, os textos de divulgação científica, abaixo, abordam um importante elemento: a água. Tanto na higiene pessoal, quanto na preservação.

 

 

  • 20
  • OUT
  • 2017

Futebol, por Matheus Felipe - 6B

O Brasil é o país do futebol
Faça chuva ou faça sol
Todos correm, todos vibram
Em torno de um gol


Neymar, Messi e Jerré
Nenhum se compara ao Pelé
Pois em toda a sua trajetória
Driblou e deu muito "Olé!"


Barcelona, Argentina e Real Madri
Sempre temos torcendor por aqui
Trocam trocam os jogadores
Mas sempre voltam feliz


Eu sou fanático torcedor
Sofro e sofro, mas com clamor
Sou fiel até o fim
Pois o futebol nasceu em mim!
 

  • 16
  • OUT
  • 2017

Golpes certeiros

Aprender sobre muay thai é muito mais do que aplicar golpes. Como parte das comemorações da Semana da Criança, os alunos Giovanotto, de 6ºs a 9ºs anos, aprenderam um pouco da filosofia, do respeito, da disciplina e da ordem existentes na modalidade.  E se divertiram muito. Com o auxílio da instrutora Sibele lara, do grupo de lutas Rama Gym, os alunos conheceram e praticaram muay thai. As práticas foram no próprio horário da Educação Física, e não teve moleza não, a molecada foi colocada para suar! O grupo Rama Gym fica no bairro em Santa Felicidade - junto à academia Via Fit, sobre os cuidados do Mestre Douglas Lima Duarte. Para saber mais acesse: www.viafitacademia.com.br.

  • 11
  • OUT
  • 2017

De criança para criança

Criança gosta mesmo é de brinquedo! Por isso, o Dia das Crianças do CMEI São João vai ser mais alegre e divertido este ano. Graças à solidariedade de pais e alunos do Ensino Infantil, 95 crianças carentes vão receber uma variedade de brinquedos, entre novos e usados em perfeito estado. A campanha mobilizou as famílias Bambinata, que abraçaram a causa. Em troca, cada aluno recebeu um convite com direito a suco, pipoca e diversão. A diretora do CMEI, Fernanda Werner, ficou impressionada com a grande quantidade arrecadada. “Vai dar para suprir nossa necessidade por brinquedos utilizados no próprio centro e ainda presentar muitas crianças que nós sabemos que não têm em casa”, contou ela, que precisou de ajuda para lotar o porta-malas do carro e fazer mais de uma viagem de transporte. A Bambinata agradece pais, mães e responsáveis por apoiarem causas como essa em prol de um mundo melhor. Ao incentivar os pequenos a doarem para quem necessita, formamos cidadãos conscientes de seus papéis na sociedade; incentivamos a reutilização de objetos conservados, contribuindo para a redução de lixo; e ainda promovemos o desapego. Tudo parte dos valores disseminados pela Bambinata em parceria com as famílias.

Ações como essa já se tornaram prática constante na escola, que possui, inclusive, um setor responsável pelo contato com instituições e promoções de campanhas. Conheça mais sobre em: www.escolabambinata.com.br/servico-social

Na última foto abaixo, a coordenadora Claudirene do Rocio Cequinel, a assistente social da Bambinata, Liége de Cássia da Silveira Assis Amaral, e a diretora do CMEI, Renata Werner.

  • 10
  • OUT
  • 2017

Poema Livre, por Enzo, 6A

Era uma vez um achocolatado
Estava andando no mercado
Quando foi derrubado
Splash! Achocolatado pra todo lado


Teve uma surpresa ao se levantar
Viu que Toddynho foi o derrubar
Por sorte Nescau
Estava lá para ajudar


Ao se levantar,
Ele foi tropeçar
Enquanto todo riram
Ele estava a chorar

 

Nescau foi o consolar
E amigos foram a virar
Ao tempo passar
Melhores amigos ficaram!

 

  • 06
  • OUT
  • 2017

Brinquedo na matemática

A criatividade e a dedicação de professores em encontrar maneiras atrativas de ensinar nos surpreende a cada dia. Foi assim essa semana, nas aulas de matemática dos 2ºs anos da Bambinata. Um dos brinquedos mais populares entre a criançada este ano, o fidget spinner, foi aproveitado como ferramenta de ensino da tabuada.  Na Batalha da Multiplicação, os alunos eram desafiados a rodar o pião e resolver a tabuada de acordo com os números em que ele parasse. Assim, aprenderam a tabuada do 2, 3, 4 e 5, de maneira lúdica e divertida.  É mais gostoso aprender assim! Parabéns professores! 

  • 03
  • OUT
  • 2017

Seu filho chegou no 6º ano. E agora?

Na Bambinata, o núcleo que atende alunos de 6º a 9º anos se chama Giovanotto. O Giovanotto surgiu para atender aos pais que queriam manter seus filhos na escola, acostumados com uma equipe pedagógica capaz de fazer a interface entre família/escola/aluno e que possibilita o apoio necessário ao acompanhamento e gerenciamento do processo de aprendizagem. Uma das novidades, implantadas no ano passado, foi incorporar, ainda nos 5ºs anos, disciplinas ministradas por especialistas. Assim, a transição para a rotina de fundamental II já ia sendo moldada com antecedência, preparando os alunos para lidarem com diferentes professores e com uma grade de horário mais exigente. E muitos outros diferenciais foram sendo agregados durante o 6º ano: aulas de oficina de Texto e Literatura com especialista; uso da tecnologia e novas linguagens que ajudam na comunicação e no aprendizado; produção e apresentação de conteúdos para colegas de outros anos, estimulando a comunicação, oratória e memorização dos conteúdos. 

- Entre os demais projetos e programas criados especialmente para atender o Fundamental II estão:

* Estrutura escolar que reúne, além da sala de aula, laboratório, sala de multilinguagem, auditório, biblioteca, sala de arte e quadra esportiva.

* Grupo Ser Jovem. Detalhes em: www.escolabambinata.com.br/projeto-ser-jovem/

* Projeto de espanhol – desenvolvido no 7º ano. Os alunos pesquisam culinárias latinas e elaboram o prato pesquisado, este é exposto para degustação em uma feira ao ar livre nas dependências da escola. O prato é apresentado em espanhol para desenvolvimento da língua.

* Projeto de inglês – ofertado no 9º ano – os alunos desenvolvem e participam de um festival de música internacional. O projeto desenvolve a relação mútua e aprimora a oralidade da língua inglesa.

* Cantata com alunos dos 6ºs a 9ºs anos envolvendo as três línguas: Espanhol, Inglês e Português.

* Olimpíadas – anualmente, no 2º trimestre, acontece a semana dos Jogos Olímpicos nas dependências da escola. Este projeto é desenvolvido pela Coordenação de Educação Física e visa trabalhar o relacionamento e respeito com ao próximo, além de estimular e desenvolver habilidades físicas, orientando sobre a importância do esporte para o bem-estar físico e emocional de um indivíduo.

* Obmep - Olimpíadas de Matemática – a escola participa dessa olimpíada, que acontece anualmente com escolas públicas e algumas privadas. O professor de Matemática estimula os alunos a participarem, além de despertar o interesse pela disciplina de forma mais lúdica.

* Eps - projeto amigo da natureza estendido para todo o fundamental em parceria com o Sinepe/PR – os alunos trazem isopor para reciclagem e depositam em locais estratégicos ofertados pela escola.

* Horta Escolar - os alunos participam do plantio, manutenção e colheita de ervas e temperos, incentivando a produção orgânica e transformação da colheita em produtos, como repelentes naturais. Tudo como parte dos valores ensinados que inclui sustentabilidade. 

* Avaliações e Estrutura de Análise para avaliar resultados pontuais de cada conteúdo explorado no trimestre.

* Material Didático Editora FTD.

* Projetos Interdisciplinares.

Desenvolvido por ledz.com.br